sexta-feira, 17 de abril de 2009

É apenas um “canudo”???

Você iria numa consulta médica para ser atendido por alguém que não fosse formado em medicina? Ou contrataria uma pessoa que não fosse formada em engenharia civil para projetar e executar as obras da sua casa? Ou quem sabe, se estivesse com problemas legais, você contrataria alguém sem formação para advogar em sua causa? Você colocaria seu filho numa escola que não tivesse, em seu grupo docente, professores formados?
Hã?
Sem a certeza da formação que credibilidade teria esses profissionais?
Nenhuma. Porque é através da exigência do diploma, que temos a garantia de que aquele profissional é capacitado para a sua função, é através desse “canudo” que temos a segurança de que usufruiremos de um bom trabalho.
Mas a obrigatoriedade do diploma em curso superior de Jornalismo foi suspensa pela juíza Carla Abrantkoski Rister, da 16ª Vara Federal em São Paulo, com isso o Ministério do Trabalho pode emitir o registro profissional para qualquer um, qualquer pessoa vai ter o direito de ser jornalista, mesmo não tendo sido capacitado para isso. A justificativa para essa decisão foi que a obrigatoriedade do diploma contraria a liberdade de informação e de imprensa asseguradas pela Constituição, e a liberdade de informação e expressão asseguradas pela Convenção Americana dos Direitos Humanos.
Mas isso não é verdade porque a regulamentação da profissão não impede as pessoas de se expressarem através dos meios de comunicação, não há ameaça a esse direito. A exigência do diploma só assegura que os profissionais que ficarão responsáveis pela informação da sociedade sejam comprometidos com as responsabilidades e com a ética da profissão.
Sei que hoje no Brasil a posse do diploma não garante necessariamente a boa formação, ou ao menos alguma formação de um profissional, mas nem por isso deixou-se de exigir de outras profissões a obrigatoriedade do diploma. Existem muitos médicos ruins trabalhando, muitos advogados que passaram no exame da OAB, mas são péssimos profissionais, professores de qualidade muito baixa nas salas de aula de muitas escolas, até prédios e casas desabando por falha de um engenheiro incompetente. Isso é uma realidade, mas nem por isso deixou-se de exigir que estes tenham o diploma em curso superior para desempenharem suas funções, porque que com o jornalismo têm que ser diferente?
A profissão de jornalista é muito importante para a sociedade, é formadora de opinião, é ainda mais importante num país como nosso onde há em grande parte da sociedade o clientelismo, onde os “contatos” são mais úteis do que a formação educacional, onde os interesses de uma minoria são impostos à maioria. O jornalista tem o papel de mediar esses interesses, de esclarecer e de informar.

“O exercício da profissão é uma atividade de natureza social e de finalidade pública (...)” - Art. 6º do Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros.

O que se pode esperar de uma pessoa que não tem ideia dessas responsabilidades trabalhando como jornalista?
Deixo essa pergunta a vocês porque eu já tenho a minha resposta.
Espero que o Brasil seja consciente, que os responsáveis por essa decisão pensem no retrocesso que é a não obrigatoriedade da graduação em Jornalismo para o nosso país.


Um grande beijo e até a próxima!

28 comentários:

Bertonie disse...

Eu num entendi esse negócio de "não-brigatoriedade" de diploma universitario, não. Meu, que loucura. Claro que o diploma tem que ser obrigatório gente. Que absurdo. Por mim eu entro na campanha. Já pensou?! Você se acaba nas Universidades da vida, mais de 5 anos d esforco (to sem o Cedilha, ouk) pra depois seu canudo não valer nada? DDDDD:
horrives.
Nossa, você tá sumida, hein?
Tô aqui na tua city, HAHA'



beigos mil

Claudia Pimenta disse...

oi monique! que saudades!!! adorei lhe ver de volta! ah, amo lenços... e fico feliz ao saber que vc começou a usá-los... de todos os jeitos (adoooro)! eles deixam qq look mais bacana, né? bjs, querida, e apareça, viu?

Claudia Pimenta disse...

ah, esqueci... a campanha pelo diploma é importantíssima... qualidade acima de tudo! mais bjs!!!

Jéssica disse...

Acho loucura isso de não exigir mais a obrigatoriedade do diploma de quem excerce função de jornalista. Até porque, muitos profissionais de Letras, Comunicação Social estão jogados neste mercado de trabalho também. É o cúmulo restringir este pedaço do mercado para pessoas que acham que sabem escrever como jornalistas excluindo aqueles que realmente se interessaram e deram a importância aos estudos do campo jornalístico. Ouvi falar de um movimento contra isso, acho que ainda tem muita água pra rolar em torno desse assunto, viu.


Bjo-bjo!

Jéssica disse...

*ouvi falar do movimento sobre isso. daãã

Thiago Laurent. disse...

Nossa Monique que absurdo! Eu entendo a importância de um jornalista e sei que é muito importante ter ciência da profissão antes de chegar dizendo que é e pronto... um absurdo, espero que reconsiderem isso.

Beijão Nique, saudades...

JIME disse...

Esse é o nosso Brasil surpreendente.
Bjs.

Thaís A. disse...

Nossa, você apareceu \O/
Muito bom o seu post. Mas que loucura, só no Brasil mesmo :s

Thalita Prates,15 disse...

oii ,vi seu blog no da thais A. , acheii sue texto super bem escriito , e adoreii sua opnião sobre este assunto , afinal ~tem muita gente que rala pra ser bem capacitado e qualquer uma que não ta nem ai vai lá é pega o lugar deste profissional !
bjoos.

Amanda Marina ♥ disse...

Que absurdo, é a mesma coisa que não ter seu trabalho reconhecido!
Rídiculo isso!
Até entendo um pouco a 'justificativa' deles, mas não concordo nem um pouco!
Ridiculo isso!

Beeijos Monique!

Deisy disse...

ah eh complicado né... acho q tem q ter diploma sim...
não é justo com quem se forma e pode perder uma vaga pra alguem q não é formado... e tambén não é justo para as pessoas q contratam um serviço do profissional q pode não ser tão profissional assim, não q todos os q se formas sejam competentes, mas pelo menos tem noção do assunto...
eu estou estudando, me dedicando para conseguir meu diploma... e espero não peder para alguém não formado, se bem q na minha área (ciência da computação) isso sempre acontece...

Belo texto

Boa semana
Bjs

Nina disse...

Tinha lido sobre isso logo no comeco da discussao, entao foi isso que decidiram??
acho no minimo absurda!!

seu cartaozinho chegou querida! amei rever salvador, :)


as aulas estao te tirando todo o tempo disponivel ne?? é assim mesmo, tem que se esforcar mt
Beijao!!

Pelos caminhos da vida. disse...

Prefiro os profissionais de muitos anos no ramo.

Senti saudades de vc Monique,espero que agora apareça mais vezes,vc faz falta nesse mundo da blogsfera amiga.

Ótimo feriado pra vc.

beijooo.

Philip Rangel disse...

Com certeza o diploma é obrigaçao em todas as universidades...mostra que vc formou...

carlinhadapaz disse...

Só rindo Mon, só rindo.

SGi/Sonia disse...

Filhinhazinha, tô passada!
A idade me pegou de jeito! Poderia jurar que havia comentado por aqui... xiiiiiiii o meu caso é perdido! heheheheh

Concordo com todo mundo(por falta de algo melhor para dizer...)

Beijins:*

Larissa. disse...

Isso é um absurdo e essa justificativa é a mais sem senso que já vi. Assim vai ocorrendo a desvalorização de uma das profissões mais importantes do mundo! É uma classe q admiro!

;**

Larissa. disse...

Isso é um absurdo e essa justificativa é a mais sem senso que já vi. Assim vai ocorrendo a desvalorização de uma das profissões mais importantes do mundo! É uma classe q admiro!

;**

Amanda Rosa disse...

Tomara que realmente com toda a união consigam fazer a força e exigir realmente o diploma! pois também não queremos ser prejudicados por "decisões alheias".
beijoss

Pelos caminhos da vida. disse...

Kadê vc amiga??

beijooo.

Pelos caminhos da vida. disse...

Meu blog esta comemorando um ano, tem presente la pra vc.

beijooo.

o Cheff disse...

(Comentário para dar gerar uma polemicazinha)
Dizem que todo historiador (que também não é reconhecido) gostaria de ser tão lido quanto os jornalistas.
Em contrapartida, dizem que muitos jornalistas gostariam de ser tão profundos quando alguns historiadores.

Legal seu blog.

SGi/Sonia disse...

Ô FILHAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!
hahahahah
cadê tu tatu?

'sodade:*

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem selinho la pra vc.

Saudades de vc menina.

beijooo.

Hilda e Enoe Lopes Pontes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Hilda e Enoe Lopes Pontes disse...

É isso mesmo Monique, é um absurdo alguem que não é formado querer ser jornalista.

Keu Dias disse...

Vc esperava algo diferente num paísinho analfabeto e ordinário como o nosso? Fala sério!!!

Janelas do rosto disse...

Nem se preocupem, perdará a vaga o jornalista q conseguir ser menos competente do que outro q não tenha o diploma de jornalismo, não precisa de estresses! Afinal, assim como tem gente q tem o diploma de jornalismo e é péssimo profissional tbm existem aqueles q não o tem e poderiam ser competentes... acontece. Infelizmente, com isso o q vai acontecer é uma desvalorização do curso de jornalismo isso sim é q é horrível!