sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Esperança ou Ilusão?



Como vocês veem o Barack Obama?
Como um herói que vai transformar a egoísta e poderosa nação Americana numa nação mais diplomática e solidária ou como um grande elefante branco?
Talvez seja um pouco cedo pra se tirar conclusões, mas eu sei que por mais que temporárias, todos temos alguma opinião sobre ele. Uma impressão já formulada, algo assim.
Eu tenho a minha e vou dividir com vocês.
Eu não sou das mais iludidas que acreditam que ele vai ser o salvador da pátria, ou das outras pátrias como muitos andam profetizando por aí. Que ele vai ajudar os países em desenvolvimento, os países mais pobres, etc. Que ele vai transformar os Estados Unidos num país ambientalmente limpo e mais outras utopias. Sejamos sensatos, ele será o presidente, ele vai pensar primeiro no seu país, no que é melhor pra eles. Não vamos com muita sede ao pote achando que ele vai fazer e acontecer em prol dos outros países, das outras nações, ele vai governar um país muito divido por ideais e princípios diferentes, e a única coisa em comum entre esses dois pólos é o forte patriotismo.
Mesmo assim eu me enchi de esperanças quando soube que ele tinha ganhado a eleição, fiquei feliz, muito feliz. Fiquei esperançosa porque ele me inspira confiança, porque suas propostas são bem mais flexíveis, porque ele quer mudar. Aliás, mudança foi a bandeira que ele levantou durante sua campanha, e é disso que eles precisam: mudanças.
Precisam mudar conceitos, princípios, idéias, estereótipos, etc. E mesmo que seja em doses homeopáticas essas mudanças vão acontecer, porque ele subiu ao poder.
Poder ver que o inimaginável no mundo capitalista aconteceu é algo incrível, ver um representante de uma classe excluída recebendo o controle da maior potencia mundial é algo pra se comemorar. Aliás, qualquer coisa depois do Bush já seria um progresso.
Esse talvez tenha sido o primeiro passo pra uma grande mudança, e não estou falando de nada econômico ou político, falo de uma coisa maior, de uma mudança social. Sei que apesar da eleição de um presidente negro que tem uma parte da família muçulmana não muda o fato de que os Estados Unidos ainda é um país pré-conceituoso e discriminatório, mas essa eleição demonstrou que muitos americanos estão mudando seus conceitos, e muitos outros estão com vergonha de manter as antigas tradições, e não é aí que está a mudança?!
Posso estar redondamente enganada, e só vou saber a partir de janeiro do ano que vem, mas não estou nem aí, nesse momento estou tão esperançosa e feliz que a única coisa que quero é comemorar!
Eu, como um grande homem que morreu a 40 anos atrás, também tenho sonhos, e espero estar presenciando o início da realização deles.

“...Eu tenho um sonho que minhas quatro pequenas crianças vão um dia viver em uma nação onde elas não serão julgadas pela cor da pele, mas pelo conteúdo de seu caráter. Eu tenho um sonho hoje!...”
(Trecho traduzido do Discurso “I Have a Dream” de Martin Luther King de 28/08/1963)


Um grande beijo e até a próxima!

11 comentários:

Cαгolinα disse...

que bom que lembrou!!
bom, eu acho que realmente é cedo pra tirar conclusoes sobre ele, mesmo porque ele ainda nem assumiu né!! espera-se muito dele, e isso nao é bom porque no primeiro deslize que ele der, ainda que seja coisa besta, o povo vai cair em cima pior do que em Jesus Cristo. É deixar rolar e ver a diferença (ou não) que ele vai causar nos istêites.

Carol disse...

Tu voltou!!!! Aêêê!!! \o/

Jhon Bert disse...

Bom, querida do core. Eu também fiquei super feliz quando ele venceu as eleições. Pensei logo: "MEU DEUS, UM NEGRO NA CASA BRANCA. ELE VAI ABRIR AS PORTAS DOS EUA PARA OS PAÍSES POBRES/NEGROS E A VIDA VAI FICAR MELHOR PARA TODOS", depois caí na real. Se ele é presidente dos EUA, vai agir conforme as necessidades/caprichos da Grande Potencia Americana. Provavelmente vai abafar a crise (ao menos um pouco), melhorar a vida dos americanos (claro!), melhorar um pouco a economia, e eticétera. Mas se olharmos pelo outro lado, ele é negro, e um negro se tornar presidente da nação mais racista do mundo, é magnífico. Bom, é cedo, muito cedo, para tirarmos conclusões precipitadas.
xD
abraços

Thiago... disse...

Monique! Cara, visitei teu blog no dia da sua despedida "/ Mas que bom que você voltou. Gosto muito da maneira que você escreve, e antes de qualquer conclusão sobre o Barack Obama, prefiro não comentar sobre nada, afinal, ainda não sabemos o que vem por aí, mas como eu sou uma pessoa muito intuitiva e costumo prever as coisas (raramente), creio que ele será o último presidente dos EUA. =}

Beeijos.
Hey, posso linkar usted?
Beijos²;

Polêmica disse...

Eu concrodo com você, o Obama vai pensar no melhor para o país dele!

Esperança eu sempre tenho, eu sou otimista por natureza mesmo(rs). Mas eu acho que o Obama não vai fazer milagre, tomara que ele faça tudo que estiver ao seu alcance mas, quando terminar o mandato, acho que vai ter muita coisa à ser feita ainda. Eu espero que ele dê o grande ponta-pé inicial e faça grandes mudanças como ele mesmo disse a campanha inteira.

Beijão!

Deisy disse...

acho q vai ser bom os Eua ter um presidente negro, realmente ainda tem muito preconceito por lá... assim como na maioria dos lugares, infelizmente... aqui no Brasis seria muito bom ter tbm um presidente negro assim como o Obama que parece ser uma pessoa muito culta, inteligente... não um presidente como o q temos...

muito bom o post...
obrigada pela visita no meu blog... passe por lá sempre...

ótimo domingo
bjim

Sammyra Santana disse...

Aeeeee! Tão bom vc de volta, Niquee! Eu já tinha vindo aqui, desde a outra vez q vc apareceu no meu blog, mas não tava conseguindo cometnar... dava erro toda vez!=/
Mas agora eu conseguiii!=)

Sobre o Obama... bom, acredito que a vitória dele foi uma conquista de gênero, no que diz respeito à raça. Quem diria, um presidente negro num dos países mais racistas do mundo!!!! Mas, politicamente falando, não sei s emuda muita coisa não... Tô pagando pra ver no que vai dar!
Beijo bem grandão e bem vinda d evolta, viiu?

Cassius Vallim... disse...

"Enquanto a cor da pele não tiver diferença como a cor dos seus olhos... haverá guerra" Bob Marley.

Lembrei dessa música... nem sei se a letra é bem assim... mas a idéia é essa mesma...

...então, peguei uma parte do seu texto, sem querer ser repetitivo e colar seu texto, MAS: "ver um representante de uma classe excluída recebendo o controle da maior potencia mundial" E ESSA OUTRA PARTE: "Esse talvez tenha sido o primeiro passo pra uma grande mudança, e não estou falando de nada econômico ou político, falo de uma coisa maior, de uma mudança social."

Me fez lembrar um caso mais próximo, o caso do nosso atual presidente... que muitos podem criticar, mas que para isso, tem que tampar muito bem os próprios olhos!!!

Uma ótima semana!!!
Bejos!

Conde Vlad Drakuléa disse...

Minha cara, eu não tenho ilusões à respeito do Sr. Obama... Mas vou me abster, e ver se pego leve e não acabo com teu otimismo admirável..., dentre outras pérolas, esse homem, que já disse que a melhor e mais democrática Constituição da Terra atual, com as famosas "emendas" feitas por Ben Franklin e Jefferson, dentre outros, é "causa de males horríveis"... Seria exatamente como se eles colocassem o tirano Ho Chi Mihn ou o corrupto Nixon de volta na Presidência... Dentre outras questões cabulosas, enfim, em minha opinião, ele é um "Camelo" branco disfarçado, "Camel" para os íntimos, e ele continua com alguns amigos do Georgie Assol Bush e do Bill Pinton, outras antas patagônicas saaríficas, em postos-chave na Administração estadunidense...
Espero não ter danificado tua confiança, e olha que eu não falei metade do que poderia...
Te mando um hiper-mega-beijo, ainda emocionado com tua volta...
Desculpe se minha opinião vai contra tuas melhores espectativas, mas tu pedis-te que eu fosse sincero, então...

Beijocas do conde, voei, Flap!Flap!Flap!

Carlinha disse...

Que bom que está de volta Mô, fico felizona, viu? ^^
Eu como a maioria dos brasileiros estou mobilizada com toda essa situação em SC e eu vou ajudar. Final de semana passado estava querendo arrecadar dinheiro na rua,mas minha perna estava doendo e nem fui, mas eu estou pedindo dinheiro para a família para contribuirmos um pouco com a felicidade dessas pessoas.
Beijos querida.

Conde Vlad Drakuléa disse...

O professor Luther King sim daria um presidente excepcional!!!
Beijocas...
palavra-mágica: carch